Personal tools
Sections

Skip to content. | Skip to navigation





Home Bibliografia

Bibliografia

ALBUQUERQUE, J. A. G. Participação institucional de empregados em empresas estatais : a experiência paulista, Mudança Tecnológica, Aumento de Produtividade e Participação dos Trabalhadores em Empresas Estatais: Elementos para o Planejamento/dieese e Cedac. Brasília : Ipea/Iplan, 1990.

BARRETTO, Sergio Augusto Jabali. Análise nutricional de uma cesta de alimentos baseada no consumo. São Paulo, 1996. Dissertação (Mestrado).

BUSSAB, Wilton de Oliveira. Pesquisa de emprego e desemprego - Seade-DIEESE: regiões homogêneas do RMSP. Revista da Fundação Seade, v. 1 , n. 3 , p. 5-11, 1985.

CHAIA, Miguel Wady. Conhecimento e organização sindical: a trajetória do DIEESE. São Paulo, 1988, Tese (Doutorado).

_____. Intelectuais e sindicalistas: a experiência do DIEESE, 1955-1990. Ibitinga, São Paulo: Humanidades, 1992.

DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS. Diagnóstico do complexo metal-mecânico brasileiro. São Paulo: DIEESE e CNM/CUT, 1998.

______.  Os trabalhadores e a reestruturação produtiva na construção civil brasileira. Série Estudos Setoriais, n. 12, fev/01. São Paulo, 2001.

______. 20 de Novembro de 2000 - Dia Nacional da Consciência Negra. São Paulo.

______. 5 anos do Plano Real - Separata, julho/99. São Paulo.

______. 8 de março de 2000 - Dia Internacional da Mulher. São Paulo.

______. 8 de março de 2001 - Dia Internacional da Mulher. São Paulo.

______. A necessidade de uma política salarial no Brasil. Série Pesquisas DIEESE, n. 3, ago/91. São Paulo, 1991.

_____. A questão do salário mínimo. São Paulo, 2001.

______. A questão do salário mínimo. São Paulo, 2002.

______. A questão fiscal e os trabalhadores. Série Pesquisas DIEESE, n. 8, nov/93. São Paulo, 1993.

_____. A recessão e os trabalhadores. Série Pesquisas DIEESE, n. 5, set/92. São Paulo, 1992.

______. A reestruturação produtiva no comércio. Série Estudos Setoriais, n. 10, dez/99. São Paulo, 1999.

______. A remuneração variável em bancos privados selecionados. Série Estudos Setoriais n. 11, dez/00. São Paulo, 2001.

______. A situação das trabalhadoras brasileiras . São Paulo, 2002.

______. A situação do trabalho no Brasil. São Paulo, 2001.

______. Acordos coletivos nas empresas estatais. Série Pesquisas DIEESE, n. 6, nov/92. São Paulo, 1992.

______. Acordos e convenções coletivas: cláusulas selecionadas. Série Pesquisas DIEESE, n. 9, dez/93. São Paulo, 1993.

______. Anuário dos trabalhadores 1993. São Paulo, 1993.

______. Anuário dos trabalhadores 1994. São Paulo, 1994.

______. Anuário dos trabalhadores 1996/1997. São Paulo, 1997.

______. Anuário dos trabalhadores 2000/2001. São Paulo, 2001.

______. Anuário dos trabalhadores do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2002.

______. As negociações coletivas no Brasil. São Paulo, 2001.

______. Automação nas agências bancárias em cidades de porte médio: o caso de Juiz de Fora. Série Estudos Setoriais, n. 5, jun/95. São Paulo, 1995.

______. Banco do Brasil: plano de reestruturação e posição do mercado (contribuição para o debate). Série Estudos Setoriais, n. 8, ago/97. São Paulo, 1997.

______. Bancos públicos estaduais: notas sobre a crise e propostas de reestruturação. Série Estudo Setoriais, n. 9, dez/97. São Paulo, 1997.

______. Boletim do DIEESE (1960-1961). v. 1, n. 1 (1960), v. 2, n. 4 (1961).

______. Boletim do DIEESE. São Paulo, 1982.

______. Desempenho dos bancos privados em 1992. Série Estudos Setoriais, n. 1, out/93. São Paulo, 1993.

______. Desempenho dos bancos privados em 1993. Série Estudos Setoriais, n. 3, set/94. São Paulo, 1994.

______. Desempenho dos bancos privados nacionais em 1994. Série Estudos Setoriais, n. 6, set/95. São Paulo, 1995.

______. Desigualdade e concentração de renda no Brasil. Série Pesquisas DIEESE, n. 11, ago/95. São Paulo, 1995.

______. Dez anos de política salarial. Série Estudos Socioeconômicos, n. 3, ago/75. São Paulo.

______. DIEESE Informe Estatístico. São Paulo, 1975.

______. Elementos para compreender a controvérsia sobre as taxas de desemprego no Brasil - maio/96. São Paulo.

______. Emprego e desemprego na Grande São Paulo: conceitos, metodologia e principais resultados, 1981-1983. Série Pesquisas DIEESE, n. 1, jul/84. São Paulo, 1994.

______. Encargos sociais no Brasil: conceito, magnitude e reflexos no emprego. Série Pesquisas DIEESE, n. 12, ago/97. São Paulo, 1997.

______. Eqüidade de gênero nas negociações coletivas: cláusulas relativas ao trabalho da mulher no Brasil. Série Pesquisas DIEESE, n. 13, nov/97. São Paulo, 1997.

______. Família assalariada: padrão e custo de vida. Série Estudos Socioeconômicos, n. 2, jan/74. São Paulo.

______. Formação profissional: um novo espaço de negociação. Série Pesquisas DIEESE, n. 14, mai/98. São Paulo, 1998.

______. Gestão do conhecimento e avaliação da aprendizagem no Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - DIEESE. São Paulo: USP/FEA/PPGA, 2004.

______. Hiperinflação. Série Pesquisas DIEESE, n. 2, ago/89. São Paulo, 1989.

______. Mapa das questões de gênero: perspectivas para a ação sindical frente às transformações no mundo do trabalho. São Paulo, 1999.

______. Mercado de trabalho no Brasil. São Paulo, 2001.

______. Metodologia do ICV DIEESE. São Paulo.

______. Nível alimentar da população trabalhadora da cidade de São Paulo. Série Estudos Socioeconômicos, n. 1, jul/73. São Paulo.

______. O comportamento das negociações coletivas de trabalho nos anos 90: 1993-1996. Série Pesquisas DIEESE, n. 15, mai/99. São Paulo, 1999.

______. O desemprego e as políticas de emprego e renda. Série Pesquisas DIEESE, n. 10, out/94. São Paulo,1994.

______. O processo de privatização do setor elétrico brasileiro: o caso Escelsa. Séries Estudos Setoriais, n. 4, abr/95. São Paulo, 1995.

______. O salário mínimo pode ter aumento - maio/97. São Paulo.

______. O salário mínimo. Série Pesquisas DIEESE, n. 4, abr/92. São Paulo, 1992.

______. Os rendimentos do trabalho no Brasil. São Paulo, 2001.

______. Os salários na passagem da URV para o real - jul./94. São Paulo.

______. Os trabalhadores e o programa brasileiro de qualidade e produtividade. Seminários e eventos, n. 1, set/94. São Paulo.

______. Os trabalhadores frente à terceirização. Série Pesquisas DIEESE, n. 7, maio/93. São Paulo, 1993.

______. Produtividade e campanha salarial. Série Estudos Socioeconômicos, n. 4, dez/79. São Paulo.

______. Profissão bancário - perfil da categoria. Série Estudos Socioeconômicos, n. 5, jun./80. São Paulo.

______. Reestruturação produtiva e emprego na indústria de Santa Catarina. Série Estudos Regionais, n. 1, jan/97. São Paulo, 1997.

______. Relatório da pesquisa de orçamentos familiares (POF), 1994-1995. São Paulo, 1996.

______. Revista de Estudos Socioeconômicos. São Paulo, 1961-1963.

______. Revista Estudos Socioeconômicos. São Paulo, 1973.

______. Salário mínimo: pouca comemoração - 1º de maio de 1999. São Paulo.

______. Salário mínimo: por que parou? - maio/98. São Paulo.

______. Salário mínimo: um instrumento esquecido - maio/96. São Paulo.

______. Setor elétrico brasileiro: tendências, desempenho e campanha salarial. Série Estudos Setoriais, n. 7, ago/96. São Paulo, 1996.

______. Situação do salário mínimo. São Paulo, 2000.

______. Terceirização e reestruturação produtiva do setor bancário no Brasil. Série Estudos Setoriais, n. 2, jul/94. São Paulo, 1994.

______. Trabalhadores e a reestruturação produtiva na construção civil brasileira. São Paulo: DIEESE, 2001.

______. Trabalho e reestruturação produtiva: 10 anos de linha de produção. São Paulo, 1994.

______. Um ano de desvalorização do real - fev/00. São Paulo.

______. Um balanço da participação dos trabalhadores nos lucros e resultados das empresas: 1996 -1999. Série Pesquisas DIEESE, n. 16, jan/00. São Paulo, 2000. São Paulo, 1960-1961.

GARCIA, Lúcia dos Santos; WILTGEN, Roberto da Silva. Transformações do mercado de trabalho metropolitano: os 10 anos da PED-RMPA. Porto Alegre: FEE, FGTAS/SINE-RS, 2002.

JEAN, Rémy (Org.). Trabalho e abordagem pluridisciplinar: estudos Brasil, França e Argentina. Campinas: DIEESE; Cesit, 2005.

MONTALI, Lilia Terezinha. Família e trabalho na conjuntura recessiva: crise econômica e mudança na divisão sexual do trabalho. São Paulo, 1995. Tese (Doutorado).

Nobre, J. F. Na disputa dos índices, sobram razões para o DIEESE. Diário do Grande ABC. Santo André, 26 abr. 1990. p. 4.

ORBAN, Edouard (Org.). O trabalho no setor terciário: emprego e desenvolvimento tecnológico. Campinas: DIEESE; Cesit, 2005.

PRADO, Antônio (Org.). Emprego e desenvolvimento tecnológico. In: Seminários Internacional e Regionais "Emprego e Desenvolvimento Tecnológico". Campinas (SP): DIEESE; Cesit, 2005.

SALERNO, Mario. Automação e evolução do processo de trabalho na indústria do cimento. In: Dieese - Para um levantamento sistemático dos impactos socioeconômicos da automação microeletrônica. São Paulo, 1989.

______. Microeletrônica na indústria eletrônica: três estudos de caso sobre inovações técnico-organizacionais na indústria de computadores. In: Dieese - Para um levantamento sistemático dos impactos socioeconômicos da automação microeletrônica. São Paulo, 1989.

SANCHES, Solange (Org.). Mercado de trabalho e modernização do setor terciário brasileiro. Estudos DIEESE/Cesit. Campinas: DIEESE; Cesit, 2005.

SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS. Produtividade e campanha salarial. Anais do Seminário de Estudos Socioeconômicos. São Paulo: Dieese, 1979.

SEMINÁRIOS INTERNACIONAL E REGIONAIS "EMPREGO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO". Emprego e desenvolvimento tecnológico: Brasil e contexto internacional. Anais dos Seminários Internacional e Regionais "Emprego e Desenvolvimento Tecnológico". São Paulo: DIEESE, 1998.

______. Emprego e desenvolvimento tecnológico: processos de integração regional. Anais dos Seminários Internacional e Regionais "Emprego e Desenvolvimento Tecnológico". São Paulo: DIEESE, 1999.

VIDAL, Soraia Maria do S.C. (Org.), Emprego e desenvolvimento tecnológico: experiências sindicais, setoriais e regionais. Campinas: DIEESE; Cesit, 2002.

Document Actions